Segunda-feira, 13 de Julho de 2009

Promiscuidade no Mundo Gay

Apesar de não gostar de falar apenas em Mundo Gay, completamente isolado do Mundo Hetero, porque não faz sentido nenhum dividir as coisas nesses termos, irei usar neste post essa pequena força de expressão para ver se me entendem.

Recentemente tenho constatado, devido a certo número de relatos, situações, conversas, etc., que de alguma forma existe uma maior promiscuidade no chamado mundo gay em comparação com o hetero. Desde traições e engates em "locais públicos", a relações baseadas apenas em sexo, passando por prostituição e "venda de servicinhos", existe de tudo um pouco no meio do mundo dos homens gays...

Acreditava eu, e afirmei-o em conversa com um amigo, que sobre esta questão mais obscura da homossexualidade as coisas não seriam muito diferentes do que aconteceria entre heterossexuais. Ou seja, que os casos que se imundam de promiscuidade estariam numa mesma proporção estivessemos nós a falar de homo ou heterossexuais.

Pois pelos vistos, estaria, à altura da conversa, a viver num conto de fadas e "fados" que se comportam lindamente... Ora bem, eu não sou nenhum santo, nem procuro ou defendo a santidade em cima de um altar de castidade.

Agora comigo não contem para promover encontros pessoais, com intuito de se conhecer, embora já se saiba que as coisas vão terminar aos beijos e muito mais que isso, logo no primeiro encontro, onde umas dúvidas é a marca de preservativos a levar. Comigo não contem para satisfazer desejos preversos, mascarados de fantasias de pessoas que andam de aliança no dedo. Comigo não contem para promover a infidelidade apenas porque "estou farto da rotina" ou "tenho uma maior atração por ti".

Basicamente é, não contem comigo para sexo apenas porque sim, apenas sexo por sexo, coisas combinadas a priori. Todos nós temos necessidades, mas é a forma como a satisfazemos que nos ajudar a definir.

Particularizando um pouco, aquilo que mais me choca mesmo, é a quantidade de traições e infidelidades que se cometem. Parece um flagelo. LOL Como nunca tive nenhum relacionamente sério, não havia tomado grande atenção a este tema, mas como tenho alguns amigos que estão ou estiveram nessa situação, tenho que confessar que fiquei surpreendido com a quantidade de episódios que relataram, e alguns até posso ser testemunha de tentativas... Principalmente assusta a simplicidade e a leviandade com que são cometidos...  Bah!

Bem, apesar de continuar a achar que este tipo de comportamentos não é exclusivo do mundo gay, confesso que já estive mais confiante nisso, acabando por ganhar força a ideia de que realmente os homens são muito mais sexuais e que na maioria das vezes não conseguem estabelecer limites razoáveis sobre esse tipo de comportamentos...

sinto-me:

publicado por Ruy A... às 19:30
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.


.E-mail me

ruy_angel@sapo.pt

.posts recentes

. João M. para Miguel Vieir...

. DSECTION Magazine

. Adoro!

. WC freaks

. New Guilty Pleasure 2

. Back again!

. New Guilty Pleasure

. Foo Fighters

. Paradise

. Gay vs Straight

.últ. comentários

Apesar de a cidade de Braga ser um bom bocado maio...
ola,desculpa-me mas tinha umas préguntas,hà lesbie...
Há um bar gay em Braga. O BEBEDERU'S BAR junto do ...
Andas desaparecido...
Lindo tudo de bom este cara!!!
Em suma, que se foda a moda.. tu queres é ver as i...
Parece ser um projecto interessante.Obrigado pela ...
Mas quem não adora? Só se for parvo...
vem... 19 de Março Coliseu Portoo último album é d...
Hum Feist também claro, mas ainda não tinha ouvido...

.links