Domingo, 28 de Fevereiro de 2010

Infidelidade

A infidelidade é uma característica infelizmente presente na vida dos casais. Seja casais heterossexuais seja casais homossexuais. E muito honestamente tenho sérias reservas se existirá mais entre homossexuais do que em heterossexuais. É que por vezes aquela imagem promíscua que possa existir na mente de algumas pessoas sobre as relações homossexuais não me parece que seja tão verdadeira assim, ou pelo menos o nível de infidelidade não diverge tanto dos heterossexuais. Pelo menos é isto que me parece.

Sobre infidelidades já ouvi bastantes histórias, mas nenhuma como esta.

Era uma vez um homem (+/- 60 anos) que lhe tinha falecido a mulher num acidente. Passados 6 meses decide juntar-se com uma outra mulher e vivem agora na casa do dito senhor. Então não é que surge um outro indivíduo que com muita moral critica a atitude do homem por não respeitar a memória da mulher falecida, e que deveria esperar mais tempo para levar outra mulher para casa. Então não é que este homem cheio de moral e bons costumes, já foi apanhado por familiares e inclusivamente pelo filho, com uma outra mulher que não a sua esposa. Aliás é conhecida a faceta adúltera do homem, que segundo relatos mais recentes não parece que tenha cessado.

Portanto a conclusão deste iluminado é que deve respeitar a memória de uma mulher falecida, contudo enquanto viva não há problema nenhum. Que grande moral!

Isto é verdade e acontece...


publicado por Ruy A... às 14:20
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Philip a 28 de Fevereiro de 2010 às 19:31
É uma coisa parola. É algo que temos sempre medo...



De Pinguim a 1 de Março de 2010 às 03:24
A fidelidade é uma questão de respeito e de amor...
Claro que há vários tipos de infidelidade; eu próprio que hoje sou perfeita e felizmente monogâmico, já tive um relacionamento (prolongado), que era o que se chama habitualmente de "relação aberta", a qual me foi "imposta" pelo meu parceiro como única forma de a relação ser feliz; mas até as infidelidades cometidas, que não foram muitas, nunca eram omitidas e até havia algo que hoje considero de certa forma ridículo, mas na qual nos "iludíamos": "a fidelidade não está no meio das pernas, mas sim no coração e na cabeça"...
Hoje, vejo que é totalmente errado; se sou infiel, engano o meu parceiro, engano a pessoa com quem estou e acima de tudo, engano-me a mim próprio!
Desculpa o testamento.


De sete a 1 de Março de 2010 às 07:38
pois.... de facto, há com cada uma!!
o mais engraçado é que falam de boca cheia, mas por detrás.. uii!!!

abc


Comentar post

.E-mail me

ruy_angel@sapo.pt

.posts recentes

. João M. para Miguel Vieir...

. DSECTION Magazine

. Adoro!

. WC freaks

. New Guilty Pleasure 2

. Back again!

. New Guilty Pleasure

. Foo Fighters

. Paradise

. Gay vs Straight

.últ. comentários

Apesar de a cidade de Braga ser um bom bocado maio...
ola,desculpa-me mas tinha umas préguntas,hà lesbie...
Há um bar gay em Braga. O BEBEDERU'S BAR junto do ...
Andas desaparecido...
Lindo tudo de bom este cara!!!
Em suma, que se foda a moda.. tu queres é ver as i...
Parece ser um projecto interessante.Obrigado pela ...
Mas quem não adora? Só se for parvo...
vem... 19 de Março Coliseu Portoo último album é d...
Hum Feist também claro, mas ainda não tinha ouvido...

.links